Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



14
Fev16

A questão da violência nos casais jovens

por João Ferreira Dias

De acordo com um estudo da União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), noticiado no Expresso, 22% dos jovens inquiridos revelam considerar normal algum tipo de violência no seio das relações. Os dados são preocupantes mas importa ter presente que os estudos foram realizados nas regiões do Grande Porto, Braga e Coimbra. Importaria recolher dados em todo o território nacional, averiguar as condições sociais dos inquiridos, cruzar os dados com fatores económicos, contextos familiares e eventuais casos de violência. Ao mesmo tempo, os dados podem ser lidos de uma forma bem diferente: 78% dos jovens consideram errada toda a forma de violência no interior das relações. Se inscritos num contexto de longue durée, os dados podem revelar, pelo contrário do pressuposto, uma alteração de perceção do direito à violência. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Jorge Salema a 15.02.2016 às 18:49

Achas mesmo que Lisboa teria números diferentes? Eu acho que te surpreenderias pela negativa. É verdade que o Norte, mesmo o urbano, é mais conservador, mas no caso deste estudo que conheço apenas pelos jornais, penso, ou intuo, que não será muito diferente mais ao Sul. Sobretudo no entendimento tolerante das pressões masculinas para obter das jovens favores. É claro que a tua vivência nestas idades pode ter sido diferente da minha. Eu estudei num liceu working- class . Concordo, no entanto, quando dizes que importa aferir das diferenças de classe. Aqui haverá alguma.

Comentar post