Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



13
Fev16

Uma medida despercebida

por João Ferreira Dias

De acordo com o deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro: "na semana passada votámos uma resolução pelo direito de acompanhamento da mulher grávida durante todas as fases do trabalho de parto no SNS, de que sou um dos subscritores. Por alguma razão, a direita votou contra." O voto contra é preocupante mas, e não menos importante, esclarecedor. Ficamos, pois, a saber que para a direita portuguesa o acompanhamento durante a fase da gravidez deve ser medido em função de fatores económicos. Não é pouco lícito suspeitar que esteja em causa uma preocupação para com o sistema privado de saúde, tão caro ao modelo ideológico de direita. Já dizia a canção dos Trovante: "a rica teve um menino, a pobre pariu um moço". 

Autoria e outros dados (tags, etc)